Financiamento e empréstimo é a mesma coisa?

PUBLICIDADE

Se você está pensando em comprar um carro, imóvel ou até mesmo em uma maneira de pagar suas dívidas, os termos financiamento e empréstimo sempre vêm à mente, não é verdade? Mas será que elas querem dizer a mesma coisa na prática? Na realidade, existe diferença entre financiamento e empréstimo. Para saber a diferença entre os dois, evitar problemas e desvendar qual dessas modalidades financeiras você necessita, organizamos esse post. Veja a seguir!

Financiamento e empréstimo

O que empréstimo e financiamento têm em comum?

Antes de saber a diferença entre financiamento e empréstimo, é relevante entender os conceitos e seus semelhanças. As duas modalidades financeiras são formas comuns de conseguir a liberação de um valor de crédito com o banco.

Isto é, ambas as operações ajudam pessoas que necessitam de uma quantia, geralmente, mais alta, mas não possui o dinheiro que precisa naquele momento. E essa solicitação de crédito pode ser realizada em qualquer instituição financeira, seja ela privada ou pública, que depende de uma análise para liberação da verba.

Vale salientar que cada banco e instituição tem critérios próprios para a autorização dos valores de empréstimo e financiamento.

O que é empréstimo?

O empréstimo serve como uma quantia de crédito disponível para qualquer finalidade que a pessoa queira utilizar, não é necessário comunicar ao banco ou instituição.

Como por exemplo, adquirir um carro, reformar a casa, custear uma viagem, um curso, entre outras alternativas.

Contudo, por não ter um objetivo pré-definido, esse tipo de operação pode impactar na quantidade de parcelas e na taxa de juros.

Nessa circunstância, sua maior obrigação é liquidar as prestações determinadas pela instituição.

Não se esqueça que essa modalidade também pode ser dividida em:

  • Empréstimo consignado
  • Empréstimo pessoal
  • Com garantia do FGTS

A principal diferença entre elas são as ‘garantias’ fornecida ao banco pela concessão do crédito. No caso do empréstimo consignado, o valor das parcelas são abatidos diretamente na folha de pagamento ou na conta do benefício.

Mas, no caso da pessoa que fez empréstimo consignado e morreu, a dívida é atribuída aos herdeiros.

Já, na alternativa que tem garantia do FGTS, você pode ceder parte do seu Fundo de Garantia para pagamento do empréstimo.

Agora, o que é financiamento?

Ao entender o principal aspecto do financiamento, você irá começar a entender a diferença entre financiamento e empréstimo. Afinal de contas, para solicitar um crédito bancário nessa alternativa, é necessário contar qual a finalidade do dinheiro, como a aquisição de um imóvel, um carro ou reforma da casa etc.

Contar para o que irá utilizar o dinheiro, na realidade, pode ser bom para você. Isso pois é possível ter redução nas taxas de juros, com a instituição tendo conhecimento exatamente para onde irá a quantia concedida. Ao mesmo tempo, também há regras mais rígidas para a liberação do dinheiro pedido.

Diferença entre empréstimo e financiamento: principais pontos

Depois de saber melhor o conceito de cada modalidade, claramente a maior diferença entre financiamento e empréstimo é a finalidade da quantia solicitada.

Porém, além disso, há outros aspectos. Saiba na prática:

1. Finalidade

Como dito anteriormente, no empréstimo não é preciso comunicar a instituição qual a finalidade do crédito. Enquanto isso, o financiamento é um tipo de crédito com finalidade específica e alinhada ao banco.

2. Burocracia 

Os processos para aprovação e concessão do crédito também são diferentes em cada modalidade. Geralmente, é necessário comprovar que tem condições de pagar aquelas prestações mensais para a instituição. 

Porém, para o financiamento, como geralmente, as quantias solicitadas são mais elevadas, já que envolvem aquisição de imóveis e automóveis, é preciso entregar uma série de documentos. Logo, pode ser que demore mais.

Dessa forma, o empréstimo acaba sendo uma alternativa mais rápida e prática.

3. Prazos de pagamento

Uma questão fundamental que você precisa saber sobre empréstimo e financiamento é o tempo para pagamento ao banco. Não se esqueça, quando você solicitar o empréstimo, o tempo é de curto e médio prazo. Em contrapartida, os financiamento podem ser pagos em até 30 anos.

4. Taxas de juros

A diferença entre financiamento e empréstimo envolve também os juros cobrados pelos bancos. Como as quantias concedidas para empréstimos são normalmente menores, as instituições aplicam tarifas maiores. Já, no financiamento, como os prazos de pagamento são mais longos, são aplicadas menores taxas.

Add a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.